Museu

Testemunhos longevos de um notável movimento filarmónico, da devoção artística e auspiciosa prática musical de amadores, as Bandas Filarmónicas constituem um premente legado na cultura musical madeirense. Herdeiras da atividade musical e da funções “simbólica” e “recreativa” de efetivos de “música alta”, dos ternos de charamelas e percussão que há pelos menos três séculos animavam as festividades cívicas e religiosas, e das bandas regimentares sediadas e destacadas para a região na centúria oitocentista, as bandas filarmónicas de cariz comunitário e corporativo madeirenses formalmente se constituíram desde meados daquele século, tendo várias delas mantido uma contínua atividade musical e desempenhado um seminal, gratuito e profícuo contributo para a formação artística dos seus executantes e associados.

Naquelas seculares instituições musicais, pelo labor dos seus maestros, professores, diretores, executantes e associados e simpatizantes, se iniciaram muitos dos consagrados músicos regionais, tantos outros que enveredaram por uma carreira como intérprete ou pedagogo naquele domínio artístico e os mais competentes amadores de música, que, ano após ano, garantem ainda o aparato das cerimónias cívicas e o recreio da sociedade madeirense.

Rui Magno Pinto

Categorias dos items do Museu

Bandas da RAM

Cronologia Fundação das Bandas

Banda Municipal do Funchal "Artistas Funchalenses"

Banda Distrital do Funchal "Os Guerrilhas"

Banda Municipal de Câmara de Lobos

Banda Municipal Paulense

Banda Municipal da Ponta do Sol

Banda Municipal de Santa Cruz

Banda Municipal da Ribeira Brava

Banda Filarmónica do Faial

Banda Municipal de Machico

Banda Recreio Camponês

Banda Municipal de Santana

Banda Paroquial de São Lourenço da Camacha

Banda Orquestral de Câmara de Lobos "Os Infantes"

Banda da Casa do Povo Nossa Senhora da Piedade

Banda Filarmónica da Casa do Povo de São Vicente

Associação Recreativa de Nossa Senhora de Fátima do Arco de São Jorge

Banda Filarmónica do Caniço e Eiras

Banda Filarmónica de Santo António

Comece a escrever e pressione Enter para pesquisar